Студопедия

Главная страница Случайная страница

КАТЕГОРИИ:

АвтомобилиАстрономияБиологияГеографияДом и садДругие языкиДругоеИнформатикаИсторияКультураЛитератураЛогикаМатематикаМедицинаМеталлургияМеханикаОбразованиеОхрана трудаПедагогикаПолитикаПравоПсихологияРелигияРиторикаСоциологияСпортСтроительствоТехнологияТуризмФизикаФилософияФинансыХимияЧерчениеЭкологияЭкономикаЭлектроника






Eles se levantaram e se dirigiram para um dos quartos do lugar e transaram noite adentro.






No meio da madruga, Ben bate na porta do quarto e entra falando:

- Você é marinheiro de primeira viagem mesmo, dormindo um quarto em um lugar destes, aqui é por hora vai te custar uma grana.

Patrick olha para lado, Typhane não esta mais lá, ele se veste e vai embora junto com Ben e com Adam que encontrou mais tarde.

Voltando de carro da farra Adam e Ben contam vantagens, primeiro Adam:

- A mulher que ficou comigo não teve sossego e você Ben?

- Ben, eu fiquei com três.

- Você é doente Ben. E você Patrick?

- O Patrick se apaixonou, há, há, há, há!

- Cala boca Ben, ela era demais mesmo, mas não para tanto.

Ben foi os deixando cada um em sua respectiva casa. Quando Patrick chegou a casa tomou um banho rápido e foi dormir.

Ele estava em meio há uma grande plantação de soja em um dia ensolarado e no horizonte a visão de uma moça bem distante, com os braços estendidos o chamando com gestos, ele começou a caminhar em sua direção a imagem dela foi ficando mais nítida lindos, longos e finos cabelos ruivos, rosto pálido, corpo esbelto e de alta estatura.

Em um dado momento por mais que ele andasse na direção dela não conseguia mais se aproximar era como andar em falso e ela parada, continuava o chamando, ele caminhou até cansar...

Acordou com batidas na porta do seu quarto, era sua mãe batendo na porta:

-Patrick você vai se atrasar de novo levanta.

Ele olhou para o despertador viu as horas já estava atrasado mesmo, embora tenha dormido poucas horas se levantou e foi se trabalhar.

No trabalho seu amigo Adam estava só o pó, já Ben:

- E ai moçada vamos, hoje de novo?

Adam respondeu:

- Hoje de novo. Você deve estar brincando?

- Estou mesmo, acabou o dinheiro senão eu ia.

Adam ficou muito irritado batendo o teclado do computador, Patrick o olhou perplexo e pôs a cabeça sobre a mesa.

Na parte da tarde o chefe de Patrick foi até a sua mesa o repreendendo:

- Patrick o que esta acontecendo com você? Seu desempenho esta cada vez pior. Esta doente? Tire um dia de folga e procure um médico.

- Mas eu estou bem.

- Não discuta comigo vai procurar um médico.

Indo para o consultório de carro Patrick coloca o CD de musica para tocar de novo. A melodia invade sua mente mais uma vez, começa a sentir-se esquisito, às vezes eufórico, às vezes deprimido era do extremo ao outro o tempo todo.



Já no consultório o doutor o atende, pedindo para que senta-se em uma maca e tira a camisa e depois perguntou.

- O que você esta sentindo?

- Há difícil descrever doutor às vezes bem às vezes mal, sempre mal quando preciso estar bem.

- Após alguns exames preliminares, o doutor da o diagnóstico.

- Você esta com estafa tire dois dias de descanso, tome este antidepressivo de 8 oito em 8 oito horas.

- Essa não doutor, tenho de trabalhar.

- Não se preocupe com isso sua empresa e seu chefe será avisado, pela minha secretária.

- Ok, doutor vou fazer o que me pede.

Patrick sai do consultório já com a receita do remédio em mãos, para em uma farmácia compra os comprimidos e vai para sua casa ouvindo o CD era irresistível tinha de ouvir aquelas músicas. Começou a ver pequenas luzes brilhantes a sua frente achou que era algum efeito colateral do remédio e tentou conviver com elas até chegar a sua casa. Chegando lá foi direto para o seu quarto. Pôs-se a ouvir aquela música de novo, pegou o encarte do CD, um dicionário de sueco e foi traduzir as músicas.

A primeira falava em furacão que seria acordado e destruiria tudo, havendo depois um novo recomeço e uma nova ordem. Já a segunda letra que ele traduzira contava sobre o desvendar de um segredo e enquanto ele traduzia esta segunda letra, o seu computador ligou sozinho ele não percebeu, e conforme ia traduzindo linha a linha, o seu computador acessava sozinho a Internet navegando buscando sites continuava a traduzir a até terminar.

Quando terminou só então percebeu que o seu computador estava ligado e foi olhar, estava em um site de armas de nome NHERION, armas medievais já era tarde da noite pôs-se a navegar, tinha de todos os países antigos, armas, armaduras, mascaras todas de mais de mil anos atrás. Ele leu sem dar muita importância, após ter lido, ficou espantado ao ver, pois sozinho a página vou para um buscador e do indexador na Internet foi para um site de uma irmandade de nome que por acaso era NHERION também. E lá viu era um templo com vários compartimentos, ele entrou em um deles, tinham uma ordem hierárquica como um quartel militar com as suas patentes cada um com direitos, obrigações, vestimentas e armas.



Após alguns instantes e meio as suas incursões sobre aquele tempo virtual, abriu-se diante de Patrick uma tela como se fosse um muro pichado com várias coisas escritas em vários idiomas e uma imagem de Alex Corvo vestido de nossa senhora de Aparecida, com os dizeres logo abaixo salve, salve, salve,... estava te esperando fiz tudo isso para você, havia pequenas lacunas para se efetuar cadastro e um botão de OK, para confirmar o cadastro efetuado, Patrick sob o estranho efeito que aquela musica produzia estava titubeante, mas pôs se a cadastrar e após o preenchimento feito e tiver confirmado, eis que apareceu ao seu lado uma figurinha minúscula, vestido de nossa senhora Aparecida era Alex Corvo dizendo:

- Você me chamou eu vim - Você me chamou eu vim...

Ele aparecia e desaparecia, em cima e em baixo de todos os lados, falando com entusiasmo vai ser o líder da seita, líder de NHERION.

Patrick ficou pasmo, não estava entendo bem o que ocorria e foi se deixando levar, pôs se

Madrugada adentro estudar os mandamento, direitos e deveres da seita, tinha acesso liberado agora, a cada um dos compartimentos do templo virtual, viu todos os seus segredos, trajes, armas, dizeres...

Na manhã do dia seguinte Patrick acordou estava debruçado sob o teclado do computador, tinha passado a noite toda ali, o seu quarto estava uma bagunça, o despertador tocou, em meio às dores nas costas por haver dormido de mau jeito se levantou e foi se arrumar para ir trabalhar.

Já a caminho do trabalho, começou a ruminar em pensamentos que sonho maluco, passou rápido demais por um buraco no asfalto e o carro sacudiu, então praguejou:

- Droga, porcaria de buraco, será o Diabo...

Neste instante Alex Corvo apareceu em frente a seu retrovisor, e a figurinha disse:

- Me chamou? Estou aqui...

- Isso não esta acontecendo falou Patrick.

- Pois esta sim, não se preocupe você vai se der muito bem.



mylektsii.su - Мои Лекции - 2015-2022 год. (0.015 сек.)Все материалы представленные на сайте исключительно с целью ознакомления читателями и не преследуют коммерческих целей или нарушение авторских прав Пожаловаться на материал